Samu reforça estatuto aos 150 jogos

Médio é o quarto mais utilizado da história do FC Vizela e atingiu uma nova marca histórica no último jogo.

O jogo com o Sporting não ficará nas melhores recordações de Samu – pelo resultado e por ter sido substituído por lesão ao intervalo – mas será sempre lembrado pelo capitão por ter sido o 150º de Rainha ao Peito, um número que reforça a condição de jogador mais antigo deste plantel e um dos mais utilizados de sempre por este clube, apenas atrás de João Pedro (226), atual team-manager, Cláudio (181) e Luís Ferraz (175), já depois de na mesma época ter superado os 139 jogos do colega e amigo Kiko Bondoso.

Samu iniciou o percurso no Vizela em 2019/20, ainda no Campeonato de Portugal. Curiosamente essa foi a época em que jogou menos: apenas 20 desafios. Depois foi sempre a subir: 36 na época que subiu o FC Vizela à I Liga, 34 no regresso do clube ao escalão maior, 37 a seguir e 23 na temporada que corre, tantos quantos os jogos do FC Vizela, o que mostra bem a sua importância e estatuto no clube. Ao todo são 11.920 minutos em campo, um verdadeiro recorde.

  • 81 jogos na I Liga
  • 34 jogos na II Liga
  • 18 jogos no Campeonato de Portugal
  • 12 jogos na Taça de Portugal
  • 5 jogos na Taça da Liga

Além daquilo que joga. o capitão tem muitos outros números para apresentar, sendo que os 24 golos e as 28 assistências ao longo deste período serão os principais. Foi titular 134 vezes e suplente utilizado em apenas 16 ocasiões. O jogador estreou-se a 6 de outubro de 2019, com 18 minutos diante do Vitória SC, numa derrota por 1-0. Curiosamente, esse é um resultado menos experimentado pelo jogador: 30 desafios, o que equivale a 33,3%. Venceu 59 deles (39,3%) e empatou 41 (27,4%).4 golos