Sub-19 de regresso aos triunfos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Os Sub-19 do FC Vizela iniciaram a segunda volta da primeira fase do Nacional de Juniores da melhor maneira ao vencer na receção ao Anadia (1-0). Martim Fortes assinou o golo determinante para o desfecho, num jogo de grande desperdício atacante, já que a equipa de Joel Sampaio dispôs de inúmeras oportunidades para viver uma tarde mais tranquila.

Foi um regresso às vitórias mais difícil que o teoricamente esperado por culpa própria. A formação vizelense encontrou um Anadia mais valoroso do que a sua classificação demonstra, mas quase viveu uma tarde desagradável, tal foi o desperdício de situações de golo durante o jogo.

Uma semana depois da derrota diante do FC Porto e conscientes do susto imposto pelo Anadia em Guimarães na mesma ronda, os vizelenses quiseram impor desde logo o seu jogo, contudo, os primeiros vinte minutos acabaram por ser algo incaraterísticos. Algumas tentativas de saída do FC Vizela para o ataque, sem sucesso, e vários passes errados marcaram este período.

Só aos 20’ é que aconteceu o primeiro momento de real perigo no encontro. Num livre estudado dos vizelenses, Martim Boloto levantou ao segundo poste para João Alves, que assistiu Libório de bandeja, mas este, em dois remates na área, não conseguiu o acerto desejado.

Do outro lado, o Anadia ia mostrando que algo de errado existirá no seu pecúlio, pois revelou boa organização posicional e não se escondeu ofensivamente, ainda que, maioritariamente, através de algumas situações de bola parada.

Libório, Martim Fortes e Ramos foram tirando as medidas à baliza dos Trevos da Bairrada antes de concluída a meia hora inicial. Ainda nesse período, registo para uma grande penalidade que terá ficado por assinalar a favor do FC Vizela, numa carga de Miguel sobre Martim Fortes (26’).

Até ao intervalo, o emblema da Rainha dispôs de mais duas belas chances para marcar. Martim Boloto, assistido primorosamente por Lourenço, atirou ao lado em plena área; o mesmo Lourenço, a par do colega Libório na recarga, levaram as mãos à cabeça com nova perdida, aos 35’ e 41’, respetivamente.

Tudo a zeros para a segunda parte e aí começaram a ser os ferros a adiar as boas intenções do FC Vizela. Primeiro foi Pacheco a encher o pé de fora da área, fazendo o esférico beijar a barra (55’), depois foi Lourenço a acertar em cheio no poste (58’).

Perante este adiar sucessivo do golo inaugural para os da casa, o Anadia acreditava que o podia fazer e Diogo Sancho não falhou por muito o remate à baliza defendida por Pedro Dinis.

Até que, ao minuto 64, Martim Fortes deu a melhor sequência ao trabalho de Ramos e finalmente abriu o marcador para alívio das hostes vizelenses. Um golo importante porque viria a revelar-se decisivo para a conquista da oitava vitória na temporada.

Os instantes seguintes podiam ter trazido o segundo golo para o FC Vizela, mas a tarde não era de acerto, que o diga Ramos, em particular numa situação em que recebeu um passe de trivela delicioso de Martim Boloto (78’).

No entanto, a vantagem esteve perto de ser colocada em causa numa grande penalidade muito questionável, assinalada a favor do Anadia por suposto derrube de Rodrigo Dias sobre Vasco. Só que João Tomás, chamado à conversão, atirou por cima e esse perigo foi-se.

A reta final do encontro, fruto desse lance e da margem mínima no resultado, aliada a novo “golo cantado”, evitado pelo guardião David a Lourenço, foi algo atabalhoada e reveladora de alguma perda de discernimento que podia ameaçar o resultado.

O certo é que os três pontos ficaram mesmo na posse do FC Vizela, que assim, não só ultrapassou o Vitória SC e regressou ao pódio, como elevou a diferença relativamente ao Gondomar, primeira equipa abaixo da zona de acesso à Fase de Apuramento de Campeão, pois ambos os rivais saíram derrotados nesta jornada 12.

A etapa que se segue será em Braga, no próximo dia 05 de Novembro, às 15h00. Na Cidade Desportiva dos arsenalistas, segundo e terceiro classificados vão medir forças naquele que se perspetiva como o jogo da jornada.

FICHA TÉCNICA

FC Vizela 1-0 Anadia FC

Local: Estádio Municipal de Vilarinho (Vilarinho – Santo Tirso)

Árbitro: Rui Silva (AF Vila Real)

Assistentes: Tiago Mota e Tiago Alves

FC Vizela: Pedro Dinis; Pacheco (Freitas, 67’), João Alves, Rodrigo Dias e Tiago Abreu (Campos, 67’); Brito (C), Libório (Califo, 67’) e Martim Boloto (Zapata, 90’+1’); Lourenço, Martim Fortes e Ramos (Murilo, 84’).

Suplentes não utilizados: Fachadas, Rocha, Joshua e João Bernardo.

Treinador: Joel Sampaio

Anadia FC: David; Miguel (Binita, 74’), João Pinto, Bastos e Teixeira (Martim, 74’); Tiago Barros (André Ribeiro, 45’), João Tomás e Diogo Sancho (C), Francisco Sancho, Vagner (Cauã, 68’) e Vasco.

Suplentes não utilizados: Tiago Melo, Gabi, Tiago Pinho, Léo e Afonso Luís.

Treinador: Hugo Monteiro

Golo: Martim Fortes (64’).

Cartões Amarelos: João Alves (20’), João Pinto (37’), Miguel (53’), Ramos (65’), Bastos (76’) e Martim Boloto (83’).