Sub-17 apurados para a Final da Taça da AF Braga

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A formação do FC Vizela foi mais forte que o Santa Maria e venceu por 5-3 um jogo de intensidade máxima, garantindo assim o passaporte para a Final da Taça da AF Braga.

O mítico Parque de Jogos José Dias Oliveira, propriedade da Riopele, em Pousada de Saramagos, serviu de palco para um duelo recheado de golos, emoção e discutido até à última gota de suor.

Curiosamente, defrontaram-se as mesmas equipas que há uma semana atrás tinham encerrado a fase de subida da Divisão de Honra, porém, desta vez, havia o aliciante extra de poderem coroar a época com uma conquista bonita, fator esse, por si só, de transcendência.

Movida por essa transcendência, a formação barcelense adiantou-se no marcador logo aos 2’, na sequência de um livre lateral concluído de cabeça por Lucas.

O FC Vizela não se deixou intimidar pelo golo sofrido e rapidamente reagiu em dois momentos, primeiro por João Diogo, depois por Dani, em jeito de aviso para o empate, que viria a suceder.

Aos 19’, após uma insistência do ataque vizelense pelo lado esquerdo, Castro apareceu muito bem a cabecear para o fundo das redes, restabelecendo a igualdade.

Praticamente de rajada, Santana embalou pelo flanco direito rumo à área para desferir um pontapé vitorioso, operando desta forma a reviravolta.

Imparáveis no primeiro tempo, os vizelenses, que já tinham ameaçado o terceiro por Tiago Leite, ampliaram a contenda pouco antes da recolha aos balneários.

Aos 36’, o lateral-esquerdo Gonçalo Dias aproveitou o espaço concedido para fazer o terceiro e, quatro minutos volvidos, Santana, uma das grandes figuras do encontro, bisou com um disparo de belo efeito.

Ao intervalo, o jogo parecia estar resolvido, mas o Santa Maria foi um adversário que nunca deixou de acreditar no resultado, voltando a entrar atrevido e a reduzir a diferença aos 47’, por Edu.

Com a bancada animada pela vivacidade do encontro, o conjunto forasteiro ameaçou o terceiro, outra vez por Edu, mas o FC Vizela, mais organizado e assertivo nas saídas para o ataque, travou as intenções do Santa Maria com o 5-2, alcançado por Reis com um bom remate colocado (53’).

Dez minutos depois, os barcelenses reduziram novamente para dois golos de diferença, por intermédio de Lucas, o mesmo jogador que voltaria a introduzir o esférico na baliza de Pedro Dinis, no entanto, o lance seria bem invalidado por carga sobre um vizelense.

O duelo entrou numa fase de maior virilidade, imposta por um Santa Maria com as emoções à flor da pele, e, por outro lado, o FC Vizela fez a competente gestão e até podia ter feito o sexto por Gabi, mas a bola foi devolvida pelo poste.

Triunfo justíssimo do conjunto de Sérgio Rafael, sempre mais organizado, mais acutilante no ataque e a prometer uma grande final para dia 19.

O outro finalista é o Gil Vicente, que superou o Famalicão nas grandes penalidades (5-4), após um empate a uma bola no tempo regulamentar, e o jogo terá lugar à porta de casa, no Campo de Jogos do CCD de Santa Eulália, palco escolhido pela AF Braga.

FICHA TÉCNICA

FC Vizela 5-3 Santa Maria

Local: Parque de Jogos José Dias Oliveira (Pousada de Saramagos – V. N. Famalicão)

Árbitra: Jéssica Silva (AF Braga)

Assistentes: João Ribeiro e Nuno Fernandes

FC Vizela: Pedro Dinis; Tiago Leite (João Mendes, 72’), Roberto (C), Zé Diogo e Gonçalo Dias (Zé Miguel, 64’); Castro, João Diogo e Reis, Santana, Dani (Tiago Pereira, 57’) e Gabi (Juca, 72’).

Suplentes não utilizados: Saldanha, Gui e Zé Afonso.

Treinador: Sérgio Rafael

Santa Maria: Guilherme; Alex, Edu (Afonso, 76’), Puskas (C), Lucas (Araújo, 72’), Américo, Henrique (Castro, 72’), Pedrinho (Meireles, 76’), Lima, Reis (Gameiro, 60’) e Sidónio.

Suplentes não utilizados: Simão e Diogo.

Treinador: Cristóvão Gonçalves

Golos: Castro (19’), Santana (22’ e 40’), Gonçalo Dias (36’) e Reis (53’); Lucas (2’ e 63’) e Edu (48’).

Cartões Amarelos: Américo (37’), Lucas (44’) e Gameiro (65’).