Dois anos de Álvaro Pacheco

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Neste dia, há exatamente dois anos, Álvaro Pacheco estreava-se como técnico do FC Vizela. O nosso mister começou com um triunfo em casa do Marítimo B a 18/09/2019, para o Campeonato de Portugal. Entretanto, 68 jogos e duas subidas de divisão depois, é o nosso líder na Liga Portugal BWIN.

Para assinalar a efeméride, eis algumas curiosidades que vais gostar de saber.

– Álvaro disputou 68 jogos, venceu 42 deles, perdeu apenas onze. O FC Vizela marcou 141 golos neste período, sofreu apenas 66.

– Seis dos jogadores que iniciaram este percurso ainda estão no clube. Koffi, Zag, Kiko Bondoso e Francis Cann foram titulares nesse jogo, Aidara e João Pedro estiveram no banco. Os cinco primeiros integram o atual plantel, João Pedro é o nosso team-manager.

– João Mendes marcou o primeiro golo desta caminhada. Nesse jogo também faturou Kiko Bondoso, ele que curiosamente marcou ao Tondela na vitória da semana passada.

– Por falar em Kiko Bondoso, o nosso extremo foi o jogador mais vezes utilizado por Álvaro Pacheco nesta caminhada: participou em 62 desafios. Samu disputou 59 jogos, Cann fecha o pódio com 58.

– Em matéria de golos, já não está cá o melhor goleador dos tempos de Álvaro Pacheco: Diogo Ribeiro, com 25 golos. Seguem-se Cassiano (17) e Kiko Bondoso (16).

– Na história do Vizela, Carlos Garcia mantém-se isolado como treinador mais longevo no clube: 118 desafios. Os 68 de Álvaro garantem-se o terceiro lugar, abaixo dos 71 de Ricardo Soares.

– Em relação a vitórias, quem melhor do que Álvaro Pacheco? Entre sete que disputaram provas profissionais pelo FC Vizela, é o único treinador que supera os 50%, mais concretamente 52,9% de triunfos, bem distante de Garcia (32,3%) e Ricardo Soares (26,3%). E, claro, nas divisões não profissionais, também é esmagador.