Comunicado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Na sequência do primeiro comunicado emitido por altura do encontro/convívio em Leiria, no passado dia 14 de setembro, vêm os 46 clubes presentes, informar com mais detalhe e de forma clara, a origem e o propósito de uma união natural entre os clubes do Campeonato de Portugal.

Interessa enquadrar o ambiente de cooperação e de interesse comum de todos clubes presentes, que se reuniram para trocar ideias e pensarem no presente e futuro do Campeonato de Portugal. Importa sublinhar o momento diferente, para melhor, que se vive hoje no seio de muitos clubes, também motivados pelo trabalho congregador desenvolvido pela FPF, com os cursos de diretores, de entidades formadoras e o processo de certificação. Muitos dos clubes presentes têm estado nestas ações da Federação e percebem a visão e a importância de uma mudança positiva de mentalidades. Querem agora, contribuir para uma melhoria coletiva desta divisão, sendo este o objetivo único e de forma bem sublinhada.

A iniciativa pretendeu criar um fórum de debate aberto e de discussão construtiva, onde ressaltaram 9 pontos de comum interesse a serem discutidos e melhorados: A sponsorização da competição; transmissões dos jogos/streaming; as atuais taxas de jogo; a segurança e o policiamento; a qualidade da bola oficial da competição; o quadro competitivo; as viagens às ilhas; os jogadores formados localmente e o salário mínimo do jogador profissional do Campeonato de Portugal.

Da conversação entre os presentes, resultou a evidência da necessidade de um trabalho conjunto e organizado, para a possibilidade de se constituir uma União/Associação de Clubes do Campeonato de Portugal com o intuito de, juntamente com as Associações Distritais, Federação e restantes entidades, ser possível desenvolver as necessárias melhorias desta divisão. Face ao elevado número de clubes, e por forma a facilitar o desenvolvimento das ideias pré-estabelecidas no encontro de Leiria, foi nomeada uma comissão (ao qual poderíamos também chamar de grupo de trabalho), composta por 3 clubes de cada uma das 4 series. Os respetivos 12 clubes escolhidos, têm vindo a comunicar entre si e a trabalhar em conjunto para dar corpo ao desafio saído no encontro de Leiria.

Nada foi posto em causa e nada move o clubes do Campeonato de Portugal contra qualquer outra competição. Os clubes presentes vêm de forma positiva o desenvolvimento geral do futebol português e o excelente trabalho da FPF nos mais diversos domínios, consideram no entanto, que está na hora de fazer mais e melhor por esta divisão, consideram igualmente que ela tem um largo potencial de crescimento e que tão bem representa a raiz do futebol local em toda extensão do território nacional.

Queremos contribuir de forma construtiva, positiva e em conjunto com todas as entidades competentes, para a melhoria do futebol português, para o crescimento e qualificação do Campeonato de Portugal, para a criação de novos adeptos, para o desenvolvimento e sustentado dos nossos clubes, não perdendo a raiz local, associativa mas cada vez mais organizada e profissional.