FC Vizela vence SC Braga e segue líder na Liga Revelação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Em disputa esteve a terceira ronda da Liga Revelação com o emblema da Rainha a receber e a vencer o SC Braga. O adversário adiantou-se aos 31’, mas Opeyemi e Hugo Oliveira operaram a reviravolta no jogo ainda antes do intervalo. Os azuis somam agora sete pontos e conservam a liderança na Zona Norte desta competição.

O FC Vizela partia para este jogo ainda sem qualquer derrota e com novo timoneiro. Tulipa ainda não pôde estar no banco, mas acompanhou de perto as incidências do encontro e viu a sua equipa ficar em desvantagem no seu melhor período.

A primeira situação de maior perigo até pertenceu ao SC Braga, valendo a boa mancha de Nader ao remate à queima de Rodrigo Macedo, logo ao terceiro minuto de jogo.

A partir daí, foi o FC Vizela quem mais próximo esteve de marcar. Hassan deu os primeiros avisos num espaço de dois minutos, mas seria Etim a proporcionar a primeira grande intervenção da manhã a Bernardo Fontes. Estavam cumpridos 28’.

O guardião dos arsenalistas era por esta altura o grande responsável pelo adiamento da abertura do marcador por parte dos vizelenses. Numa segunda defesa de grande nível, esticou-se bem junto ao solo para evitar o golo a Opeyemi, num remate colocadíssimo do jovem nigeriano.

Praticamente na resposta a este lance, o SC Braga adiantou-se no resultado, na segunda vez que se aproximou da baliza defendida por Nader. Estava dobrada a meia hora de jogo quando Rodrigo Macedo apareceu oportuno na pequena área a colocar a sua equipa na frente, contrariando aquela que estava a ser uma tendência mais azul no encontro.

Os instantes seguintes trouxeram alguma ameaça, mas Hugo Oliveira, uma das figuras do jogo, apareceu no sítio certo a tirar o “pão da boca” a Gustavo Barge, aos 40’.

Ora, tal como sucedera com o SC Braga, foi também na resposta imediata a esta situação que o FC Vizela alcançou a igualdade. Destaque para o bom trabalho de Sequeira e para Hassan, que libertou o esférico para Opeyemi faturar.

Um golo que transcendeu a equipa vizelense ao ponto de esta conseguir a reviravolta praticamente em cima do intervalo. Numa espécie de coroação pela sua excelente primeira parte, Hugo Oliveira surgiu de rompante a atirar sem hipóteses de defesa, complementando uma bola de Etim com um tento de belo efeito.

A etapa complementar foi menos viva que a etapa inicial e também menos produtiva no que toca a oportunidades de golo.

Numa toada mais dividida, as correções posicionais efetuadas por ambos os conjuntos tornaram mais difíceis as aproximações às balizas. Ainda assim, os jogadores procuraram fazê-lo na medida do possível e, nesse capítulo, o FC Vizela esteve mais operante.

Etim, ainda à procura da sua melhor forma, depois de longo período de paragem devido a lesão (o nigeriano, integrado nos trabalhos da equipa principal, falhou toda a pré-época), não foi feliz na tentativa de um pontapé de bicicleta, após bom cruzamento de Hugo Oliveira (52’).

Mais tarde, aos 78’, o seu remate também não saiu nas melhores condições e, pelo meio, Nader manteve a sua baliza em segurança numa iniciativa de Rodrigo Macedo.

Naturalmente que, com o resultado na margem mínima, os momentos finais do jogo trouxeram as emoções ao de cima, até com um ou outro momento de maior tensão, prontamente sanado, e seria Nader, no derradeiro minuto da compensação, a segurar o triunfo, agarrando uma bola cabeceada por Pedro Pereira em plena área.

Os três pontos assentam bem ao FC Vizela, pela forma como soube virar um cenário adverso no resultado e pela boa organização demonstrada no segundo tempo.

O campeonato prossegue no próximo dia 11 de Outubro, com a equipa, agora comandada por Tulipa, a defrontar o Rio Ave em Vila do Conde.

FICHA TÉCNICA

FC Vizela 2-1 SC Braga

Local: Estádio do Clube Desportivo das Aves (Vila das Aves)

Árbitro: Francisco Coutinho (AF Braga)

Assistentes: Luís Barbosa e Ricardo Lima

FC Vizela: Nader; Hugo Oliveira, Tiago Carvalho (C), Luiz Neto e Sequeira (Infante, 64’); Marrugo e Candé (Jota, 45’); Alvarado, Opeyemi (Maga, 82’) e Hassan (Rúben Alves, 75’); Etim.

Suplentes não utilizados: Martim Sousa, Pinheiro, Afonso, Reis, Sadat e Luca.

Treinador: Rui Costa

SC Braga: Bernardo Fontes; Álvaro Oliveira (Dinis Rodrigues, 80’), Mário Júnior, Pedro Pereira (C) e Vicente Durand; Djibril Soumaré, João Vasconcelos (Lucas Duarte, 74’) e Mateus Santos (Dinis Gama, 58’); Gustavo Barge (Afonso Duarte, 74’), Rodrigo Macedo e David Nzanza (Idalécio Dias, 58’).

Suplentes não utilizados: Bohdan Isachenko, Jordan Monteiro, Jonatas Noro, Telmo Neves, Miguel Teixeira, Afonso Machado e Pedro Rocha.

Treinador: Rui Duarte

Golos: 0-1 Rodrigo Macedo (31’), 1-1 Opeyemi (41’) e 2-1 Hugo Oliveira (44’).

Cartões Amarelos: Gustavo Barge (16’), Mateus Santos (43’), Mário Júnior (90’), Etim (90’+1’), Djibril Soumaré (90’+1’) e Rui Duarte, treinador do SC Braga (90’+2’).