Recuperação vale empate dos Sub-19 no Leixões

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A melhor equipa da segunda fase deu sequência ao bom momento e recuperou de uma desvantagem de 3-1 para terminar empatada a três bolas. Golos de Opeyemi, Leyner e Alvarado.

O Leixões SC beneficiou do 1-0 logo aos 4′ através de um autogolo de Rui Carreira, infeliz a tentar intercetar um cruzamento para golo. Com isso, e a precisar de ganhar para encurtar diferenças na luta pela permanência, os de Matosinhos ganharam ascendente no jogo e muita confiança, tanta que o golo de Danilson Mendes, aos 13′, é o melhor exemplo disso mesmo. Um grande remate de fora da área a não dar hipóteses a Nader.

O Vizela reagiu de imediato e assumiu o comando do jogo. De uma assentada começaram a sugir oportunidades em catadupa. Leyner e Alex Lopes, isolados sobre a direita, em duas ocasiões, não conseguiram bater o guarda-redes adversário, mas a equipa não desistiu. Contudo, sem conseguir marcar de bola corrida, teve de ser de bola parada: Opeyemi saltou bem alto para reduzir. O resto da primeira parte contar-se-ia com alguns disparos de longe e outras bolas paradas, nada de muito relevante. Mas mesmo sobre o intervalo, Tiago Azevedo aproveitou um cruzamento e fez o 3-1. Vida difícil para o Vizela.

O intervalo não mudou a atitude pressionante e ambiciosa dos vizelenses, mas trouxe a felicidade que faltara até aí. O Vizela fez por merecer. Depois de várias jogadas bem trabalhadas e de uma oportunidade clara desperdiçada, Leyner concluiu bem com um remate cruzado na esquerda aos 64′. Assistência de Marrugo. E logo a seguir (71′) combinação deliciosa entre Opeyemi e Alejandro, com o último a isolar-se e a bater o guardião leixonense para o 3-3 que passava a satisfazer mais o Vizela do que o Leixões. Ainda assim, Leyner atirou ao ferro logo a seguir. E como o Vizela não matou o jogo, teve de sofrer nos últimos minutos e ver Nader evitar o empate em duas ocasiões. A verdade é que não seria justo.

A quatro jornadas do fim do campeonato, a nossa equipa segue com sete pontos de vantagem sobre este adversário, primeira equipa abaixo da linha de água.

FICHA TÉCNICA

Leixões SC 3-3 FC Vizela

Local: Complexo Municipal de Lavra

Leixões SC: Lucas Ferreira, David Araújo, Costa (Simon Cipriano, 76’), Guilherme Salé (Rafael Silva, 76’), Jorge Alcobia, Silvano Nagana, Diogo Madaleno, Danilson Mendes (Marco, 76’), Rúben Candal (Pedro Costa, 40’), Gonçalo Santos, Tiago Azevedo.

Suplentes não utilizados: Martim Remédios, Santiago Reis e Filipe Canastra

Treinador: Bruno Cunha

FC Vizela: Ahmad Nader, Alexandre Lopes (Ricardo Libório, 45’), Rui Carreira, Luiz Neto, Luis Marrugo (Rodrigo Machado, 86’), Tiago Brito, Diogo Antunes (Francisco Silva, 45’), Monsuru Opeyemi, Alejandro Alvarado (João Pacheco, 81’), Leyner e Tiago Freitas

Suplentes não utilizados: Pedro Pereira, Adulai Baldé e Gonçalo Miranda

Treinador: Joel Sampaio

Golos: Rui Carreira (AG) (3’), Danilson Mendes (13’), Monsuru Opeyemi (31’), José Azevedo (45’), Leyner (64’), Alejandro Alvarado (70’)

Cartões Amarelos: Alexandre Lopes (22’), Rui Carreira (32’), Tiago Brito (44’), Guilherme Salé (57’), Silvano Nagana (59’), Jorge Alcobia (90’)

Cartões Vermelhos: Nada a assinalar