O concelho, os atletas e não ao racismo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O FC Vizela-FC Famalicão teve mais de 300 atletas Vizelenses em campo, numa ação patrocinada pela Finiconde, e prestou ainda vários momentos importantes na luta contra o Racismo. A equipa jogou ainda com a bandeira do concelho ao peito para evocar o 24º aniversário da elevação a concelho.

O jogo entre FC Vizela e FC Famalicão inaugurou a Jornada que a Liga Portugal dedicou à Luta contra o Racismo. Uma série de atividades e iniciativas foram levadas a cabo por todos os agentes desportivos, com especial enfoque aos jogadores, que assinaram uma bola e tiraram uma fotografia juntos antes do jogo começar. Mais importante do que isso, pintaram as caras de branco e preto como símbolo daquilo que nos deve unir e nunca separar. Aliás, esse foi o mote de uma campanha que já circulava em vídeo desde o início do dia e no qual Samu participou: somos todos iguais. Os treinadores e capitães usaram braçadeiras especiais e os restantes agentes desportivos usaram crachás ao peito, como aliás fez a mascote da Liga Portuga, o Ligas.

O dia foi ainda dedicado aos atletas do FC Vizela, da formação e das modalidades. Mas esta foi uma iniciativa do nosso clube. Mais de 300 atletas entraram em campo ao intervalo, vestidos de azul e com bandeiras patrocinadas pela Finiconde, o Match Sponsor do jogo. Todas as equipas da formação até aos Sub-18 se fizeram representar, bem como o basquetebol e o atletismo. A salva de palmas ao intervalo foi para eles, que na bancada já haviam pintado as emoções do jogo de forma ferverosa e especial.

Por fim, mas em primeiro lugar, as camisolas dos jogadores, especiais e com o símbolo do concelho ao peito como aplauso ao 24º aniversário da elevação de Vizela a concelho que este sábado se celebra. O espírito do 19 de março está sempre presente e os jogadores provaram isso mesmo em campo.