Álvaro Pacheco: “Temos de estar no melhor nível”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O treinador fez a antevisão do jogo com o Boavista (amanhã, 15h30) e apontou às virtudes do adversário que obrigam o FC Vizela e manter a responsabilidade.

Álvaro Pacheco esteve hoje na Sala de Imprensa para lançar a 21ª jornada da Liga Portugal bwin. O bom momento do FC Vizela só acarreta mais responsabilidade, mas o cada vez maior número de opções reforçam o nível de todos. O Boavista e a sua forma de jogar estão identificados e a conclusão é a de que o FC Vizela tem de jogar nos limites.

MOMENTO DO FC VIZELA: “Queremos dar sequência ao nosso último jogo, não só na exibição, mas também no resultado. Mas este é um campeonato difícil e muito equilibrado. Este jogo será difícil como todos. Ganham-se dois jogos, como sucedeu connosco, e sobe-se na tabela, perde-se e baixa-se muito… Temos de perceber esse equilíbrio. Isso traz-nos a responsabilidade de no próximo jogo mantermos a a nossa imagem de equipa corajosa, de uma equipa que entra em campo para trazer os três pontos e conseguir o mais rapidamente possível os nossos objetivos.”

PERFIL DO JOGO: “Temos de estar nos limites, concordo. Se olharmos para os dados, o Boavista conquistou 15 pontos em casa, chegou ao intervalo a ganhar em muitos dos jogos, entra forte, faz do seu estádio a sua fortaleza. É uma equipa pragmática, que tem vindo a crescer e nesta altura está mais sólida e compacta, na minha opinião. Isso obriga-nos a estar ao nosso melhor nível para sermos capazes de ultrapassar este obstáculo amanhã.”

BOAVISTA NÃO VENCEU EM 2022: “É uma falsa questão. Podemos colocar a situação ao contrário: só perdeu uma vez. É uma equipa que tem sido regular, compacta, agressiva, que nunca desiste do jogo. É uma equipa que procura o jogo exterior e de profundidade, mantém o ritmo elevado. Nós temos de nos focar no que podemos fazer. Temos de ser compactos, inteligentes e nunca deixar espaço nas costas para o Musa aproveitar, nem dar espaços para os laterais do Boavista, muito ofensivos. E depois aproveitar os espaços que o Boavista vai deixar e manter a tranquilidade no último terço e sermos capazes de fazer golos.”

OPÇÕES: “O único indisponível é o Ivanildo, que está bem mais próximo de voltar. Todos estão integrados, a crescer, a equipa sente essa evolução ao nível da competitividade interna, importante para o crescimento do atleta e da equipa. Estamos prontos para fazer mais uma excelente exibição e procurar a vitória.”

APOIO DOS ADEPTOS: “Estou farto de dizer, mas não me canso. Estes adeptos reveem-se no que esta equipa tem feito, identificam-se com o ADN desta equipa, com o Ser Vizelense, com esta cidade, com esta equipa. São apaixonados pela sua equipa, estão sempre prontos para apoiar, nos bons e nos maus momentos. Sempre disse que achava que esta família ia aumentar e esta é a ponta do iceberg, vamos acabar a época com uma massa ainda mais fantástica, a ser nume exemplo para o futebol português.”

BOAVISTA E RENOVAÇÃO DE PETIT: “Passei pelo Boavista e deixei muitos amigos lá, tenho carinho pelo Boavista, mas o que quero é ser feliz amanhã. E não tenho dúvidas que vai ser um grande espetáculo, porque haverá três grandes equipas em campo: nós, Boavista e a equipa de arbitragem, o que é excelente e vai promover o espetáculo. Mas acredito mesmo que vamos estar ao nosso nível para sermos capazes de vencer. Em relação ao Petit, não me surpreende. É um treinador da casa, conhece a mística do Boavista, notou-se aumento da massa de apoio, tem tudo a ver com o Boavista, acho que faz todo o sentido. Espero que seja feliz, menos contra nós.”