Derrota injusta a abrir segunda fase da Liga Revelação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um golo cedo do Belenenses SAD fez a diferença numa manhã de chuva. Reação do FC Vizela foi boa, mas ineficácia impediu que a equipa chegasse aos pontos.

O FC Vizela não foi feliz no primeiro jogo da segunda fase da Liga Revelação, que apura os dois primeiro para a Taça Revelação. Convém, antes de mais, explicar que as equipas chegam a esta fase com metade dos pontos conquistados na primeira fase, o que colocou a nossa equipa no topo da classificação antes de se jogar.

Agora o jogo de hoje. Na primeira parte o FC Vizela nem sempre jogou bem. E foi necessário que Hugo Caeiro adiantasse o Belenenses SAD (12’) para a equipa reagir, essencialmente por Hassan, que em dois lances individuais teve oportunidade para empatar. Pelo meio, o Belenenses disparou à trave de Hugo Mosca e o jogo foi seguindo para intervalo sem muito mais para contar. Em resumo: mais bola do Vizela, ocasiões mais claras para o Belenenses.

A atitude da segunda parte foi completamente diferente. O Vizela assumiu desde o começo e foi Friday Etim, logo nos primeiros minutos, a semear o pânico. Primeiro num remate com selo de golo desviado num adversário. Depois numa jogada que Van der Laan responde para a frente, sem que Calvin tenha conseguido rematar bem no segundo ensaio. A seguir, e ainda antes do 55’, novamente Friday a pegar na bola ainda no meio-campo, a percorrer toda a ala esquerda e a assistir Sérgio Meireles para este disparar a rasar o poste.

A entrada de Seco Sani e Ventura espevitou ainda mais o Vizela, mas a subida da equipa também a expôs a alguns riscos e o Belenenses tentou em contra-ataque aproveitar. Com rapidez, a nossa defesa chegou sempre primeiro e manteve a equipa por cima do jogo e com francas hipóteses de, pelo menos, empatar.

Os últimos 15 minutos foram de um aperto grande para o Belenenses. Friday voltou a ganhar a linha e assistiu Hassan. O costa-marfinense rematou, mas Van der Laan fez mais uma ótima intervenção. A seguir Ventura, já perto da pequena área, rodou e rematou por cima.