Álvaro Pacheco: “As últimas vitórias deram confiança”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O treinador do FC Vizela lançou o jogo com o Marítimo e apontou para a evolução do adversário com Vasco Seabra. Álvaro sublinha resultados em Arouca e com o Braga, mas valoriza essencialmente o crescimento que a equipa tem vivido globalmente.

Álvaro Pacheco lançou a viagem à Madeira onde o FC Vizela defronta terça-feira o Marítimo (18 horas). Ambição na bagagem, mas muita concentração, porque o adversário vem de um mau resultado (perdeu 7-1 em casa do Benfica) e quer dar resposta imediata. No fundo, vive uma situação idêntica à que o FC Vizela viveu antes de receber e vencer o SC Braga, pelo que o exemplo basta para manter o foco em alta.

O técnico não se esconde no calendário apertado que a equipa agora vive e até diz que esse é um desafio que agrada a todos, inclusivamente à equipa técnica, forçada a estruturar diferentes planos de trabalho. No futuro, é neste ritmo de jogos que todos querem estar.

Eis a conferência de imprensa de antevisão:

VITÓRIAS RECENTES: “Acredito e espero que seja o clique. Não olho para isto de forma isolada, acho que faz parte do crescimento. A melhor forma de crescer é vivenciar o que temos vivido e encontrar soluções para os problemas.  Mas sem dúvida que estas vitórias recentes foram importantes e deram confiança, uma porque foi a primeira fora de casa, outra porque foi a primeira contra um dos ditos grandes. E isso diz-nos que este é o caminho e que o desafio que temos lançado de dar o salto para nos aproximarmos dos clubes de cima, está a ser conseguido. Passo a passo está a acontecer e estas vitórias provam o crescimento da equipa.”

EXPECTATIVA PARA MARÍTIMO: “É um Marítimo diferente. Desde que o vasco Seabra entrou nota-se uma equipa mais coletiva, jogadores mais comprometidos com as ideias do treinador, jogadores com melhores dinâmicas e mais relações, uma equipa que joga sempre para ganhar. Isso viu-se contra o Benfica. As coisas não correram como eles planearam e agora querem dar uma resposta já no próximo jogo. É o que acontece com qualquer equipa quando perde e quer jogar o mais rapidamente possível.”

PREVISÃO PARA O JOGO: “São duas equipas bem estruturadas. Temos de perceber como podemos desmontar o adversário e ganhar superioridade, mas eles também pensam isso. Seguramente será um jogo estratégico, intenso e objetivo, mas estaremos preparados para este enorme obstáculo que temos pela frente.”

TIMING DO JOGO: “É um desafio e eu adoro desafios. E este é um desafio fantástico, não só pela altura do ano que é, mas pela sequência de jogos. É diferente de jogar domingo a domingo e isso obriga-nos a dar uma resposta. Os treinos são diferentes. É este tipo de calendários que queremos, jogar ao domingo e a meio da semana, a equipa ambiciona isso e vai lá chegar com o tempo. Tem sido muito bom para nós perceber de que forma temos de trabalhar, gerindo as cargas para os jogadores chegarem aos jogos e estarem preparados. Nós agarramo-nos muito ao nosso jogo, como não podemos treinar muito no campo, conversamos, deixamos que eles sintam como o jogo se vai desenrolar, dar algumas pinceladas estratégicas. Foi o calendário que saiu, de certeza que na Madeira vai estar melhor tempo do que aqui, vai estar muito bonita a ilha porque se prepara muito bem para esta altura do ano, vai ser fantástico.