Álvaro Pacheco: “Vai ser um jogo emotivo e com golos”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O treinador do FC Vizela pede coragem e concentração. O ideal é não deixar o jogo partir. Se isso for conseguido, o FC Vizela tem boas hipóteses, acredita. Toda a conferência de imprensa para ler aqui.

EXPECTATIVAS PARA O JOGO: “Não tenho dúvidas que o Braga está a olhar para este jogo também para mudar o que trouxeram da Europa, um bocado à imagem do que sucedeu no jogo com o Santa Clara em resposta à derrota com o Benfica. Espero um jogo muito tático, de duas equipas que gostam e promovem um jogo muito ofensivo. O nosso grande objetivo é conquistar os 3 pontos, mas temos de ser muito consistentes. A equipa que dominar os momentos do jogo está mais próxima de o ganhar, Braga tem uma variabilidade muito grande do jogo, jogo interior, exterior… São ambas as equipas agressivas. Vai ser um jogo com golos, tenho a certeza. Vai ser emotivo”

DESAFIO ESPECIAL: “Gosto de jogar qualquer jogo. Trabalhamos para o jogo durante a semana. Mas não escondo que gosto destes jogos, com equipas que lutam por objetivos acima. Gosto destes desafios para nós nos testarmos e perceberemos de que forma temos que nos aproximar delas. São desafios muito aliciantes, também para sabermos em que ponto estamos atualmente. Acredito que temos crescido, evoluído e ganho maturidade. Antevejo um jogo muito bom, porque os sinais de que a minha equipa tem dado apontam nesse sentido. Espero que possamos desfrutar daquele estádio e ambiente, mas tenhamos também a coragem e determinação para jogar o nosso jogo”.

OPÇÕES DE ATAQUE: “Gosto muito de ter o Cassiano, mas também gostava de ter o Schettine. Mas não gosto de me lamentar. Olho muito para o lado positivo das coisas e o lote de disponíveis dá-me confiança para fazer um bom jogo e ganhar os três pontos.”

BALANÇO DO PRIMEIRO TERÇO: “Enquanto líder, a nível exibicional e de crescimento da equipa, este primeiro terço deixa-me muito satisfeito. Mas tenho a certeza que nos assentavam bem mais pontos. Houve jogos em que, pela superioridade que tivemos, devíamos ter mais pontos. Mas este trajeto dá-nos garantias para enfrentar o futuro. E no futuro virão esses pontos, espero que já amanhã”

CASO BELENENSES SAD “Em relação ao jogo que me fala (com o Benfica), são duas equipas com as quais não trabalho e, por isso, não vou falar. Em relação ao próximo jogo com o FC Vizela, teremos oportunidade de nos debruçar sobre isso e falar internamente, mas neste momento o nosso foco é o Braga e sermos capazes de enfrentar este desafio na máxima força. E isso exige o máximo foco. Neste momento é só Braga.”

ANÁLISE AO SC BRAGA: “O Braga tem excelentes executantes. Dentro desses há alguns com determinadas características. Galeno acelera o jogo, Ricardo Horta também pela capacidade de acelerar e se relacionar com a equipa. Iuri Medeiros tem uma aceleração diferente, porque dá velocidade à bola. Os médios Musrati e Castro pensam muito bem o jogo. Têm um ponta-de-lança moralizado. Vitinha está no seu melhor e a crescer, tem muito potencial, está num grande momento de forma. Isto é um desafio fantástico. Vizela e Braga são equipas de mentalidade vencedora. A equipa que maior controlo tiver vai estar mais próxima de ganhar. Se deixarmos partir o jogo e entrar nas ações individuais, vamos ter dificuldades. Mas se conseguirmos ter serenidade e tranquilidade de procurar os espaços que existem e depois optar pelas melhores decisões, podemos dar boa resposta. Fazer golo é o que está a fazer falta”.