FC Vizela despede-se de 2020 a vencer

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Naquela que foi a derradeira partida oficial do ano mais atípico das nossas vidas, o FC Vizela adicionou mais três preciosos pontos à sua caminhada na edição 2020/2021 da Liga Portugal 2.

A formação comandada por Álvaro Pacheco recebeu o Varzim e venceu por uma bola a zero com um belíssimo golo de Kiki, apontado na primeira parte do encontro.

Os vizelenses foram iguais a si próprios na abordagem ao desafio. Imprimindo uma forte dinâmica e intensidade no seu jogo desde o minuto inicial, rapidamente os azuis ganharam ascendente.

Do outro lado, o Varzim apresentou-se na cidade termal na tentativa de contrariar a série negativa de resultados, que atirou o conjunto alvinegro para o último lugar da tabela classificativa.

Ainda estava a completar-se o primeiro minuto de jogo e já Koffi ensaiava o remate. Recebendo uma bola de Marcos Paulo, o lateral-direito marfinense encheu o pé e o tiro saiu a centímetros do poste direito da baliza à guarda de Ricardo.

Pouco depois, aos 3’, o mesmo Koffi esteve no cruzamento que levou novamente o perigo junto da baliza alvinegra. Porém, Tavinho não contava com o corte defeituoso de Nélson Agra, caso contrário, ficaria em excelente posição para abrir o ativo.

Mais tarde, Ricardo acabaria por negar o golo a Tavinho com uma grande intervenção. A jogada nasceu de um livre estudado, que teve ainda Koffi e Matheus como intervenientes.

À passagem do quarto de hora inicial, o FC Vizela alcançou o tento que viria a revelar-se decisivo para a conquista do triunfo. No seguimento de um livre batido por Samu sobre o lado esquerdo, Matheus endossou o esférico a jeito do grande pontapé de Kiki para o fundo das malhas. A bola, indefensável, ainda tocou na barra ao entrar, conferindo um golo bonito de ser visto e revisto.

Um tento plenamente justificado pelos vizelenses, que dispuseram ainda de outras boas hipóteses para elevar a contagem até ao intervalo.

Exemplo disso, um lance em que Cann levantou a bola para a desmarcação de Tavinho. O extremo surgiu na cara de Ricardo, mas este voltou a fechar-lhe o ângulo de remate, aos 24’.

Já na compensação do primeiro tempo, novo livre de Samu e o defesa-central Mosevich, de cabeça, após um primeiro desvio de Cassiano, atirou ao lado.

No reatamento, os jogadores de Álvaro Pacheco apresentaram-se muito bem organizados posicionalmente, não concedendo qualquer veleidade a um Varzim que só em situações de bola parada conseguia fazer aproximações à baliza de Pedro Silva.

Aos 50’, Kiki assistiu Cassiano, que apareceu ao primeiro poste, mas rematou ao lado; mais tarde, aos 69’, Koffi recebeu um passe de Cardozo, recém-entrado, e atirou às mãos de Ricardo.

Nesta fase do encontro, o Varzim apostava mais no futebol direto, sempre bem resolvido pelos azuis, que continuaram a produzir oportunidades suficientes para dilatar a sua vantagem.

Na reta final da partida, o conjunto poveiro ficou reduzido a dez unidades por expulsão de André Vieira e, à entrada para o tempo adicional, o FC Vizela criou muito perigo por duas vezes.

Na primeira situação, Cassiano respondeu a uma tentativa de alívio de um defensor varzinista com um forte remate de primeira, que Ricardo defendeu de forma incompleta.

No segundo lance, aos 90’+4’, Diogo Ribeiro, talvez importunado pela proximidade de André Micael, não conseguiu empurrar para a baliza uma bola bem endossada por Cassiano.

Vitória justa do FC Vizela, a terceira consecutiva em casa e mais uma com registo defensivo limpo, o que atesta bem o crescimento que a equipa tem vindo a patentear, jornada após jornada.

No final do encontro, Álvaro Pacheco sublinhou o grande jogo de futebol produzido, sem esquecer que os três pontos assentariam bem à sua equipa: «Sabíamos que o Varzim queria dar aqui uma resposta e nós tínhamos de fazer uma abordagem ao jogo estrategicamente perfeita», começou por referir o técnico.

«Nós fizemos um jogo fantástico. Não deixámos o adversário sair uma única vez em contra-ataque. Fizemos tudo para merecer o segundo golo. Não têm noção do orgulho que tenho pelos meus jogadores», rematou Álvaro Pacheco.

O próximo jogo, o primeiro de 2021, acontece já este fim-de-semana. No domingo, dia 03 de Janeiro, às 15:00 horas, o FC Vizela irá medir forças com o Feirense.

O duelo com o terceiro classificado terá lugar no Estádio Municipal Dr. Jorge Sampaio, em Pedroso, Vila Nova de Gaia, casa emprestada aos fogaceiros, que têm o seu recinto interdito, e será transmitido via streaming, através da plataforma do Match Player da Sport TV.

 

Ficha Técnica

FC Vizela 1-0 Varzim SC

Local: Estádio do Futebol Clube de Vizela

Árbitro: Bruno Rebocho (AF Lisboa)

Assistentes: Daniel Santos e Vanessa Gomes

4º Árbitro: Luís Costa (AF Braga)

FC Vizela: Pedro Silva; Koffi, Matheus, Mosevich e Kiki; Marcos Paulo (C), André Soares (Cardozo, 69’) e Samu; Cann (Diogo Ribeiro, 90’+2’), Cassiano e Tavinho (Kiko Bondoso, 64’).

Suplente não utilizado: Ivo Gonçalves, Marcelo, João Pais, Aidara, João Pedro e Ofori.

Treinador: Álvaro Pacheco

Varzim SC: Ricardo; Pinheiro, Nélson Agra (C), André Micael, Luís Pedro (Nuno Valente, 68’) e Tiago Cerveira (Irobiso, 78’); Ibrahima (Tembeng, 45’), André Vieira e Rui Moreira (Rui Coentrão, 68’); Fatai e Yusuf (George Ofosu, 45’).

Suplentes não utilizados: Isma, Lessinho e Paulo Moreira.

Treinador: Miguel Leal

Golo: Kiki (16’).

Cartões Amarelos: Pinheiro (31’), Luís Pedro (45’), André Vieira (73’ e 88’), Cardozo (84’) e Koffi (85’).

Cartão Vermelho: André Vieira (88’).