Vitória clara sobre Mirandela na despedida de 2019

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Na última partida disputada no ano civil de 2019, que teve um âmbito solidário, a nossa equipa deu uma grande demonstração de caráter, superou as dificuldades e bateu o Mirandela (3-0).

Foi uma grande resposta à recente derrota sofrida em Montalegre. Porém, não se pense que o caminho foi fácil até à conquista deste triunfo esclarecedor.

O resultado final não deixa dúvidas, contudo, é importante dizer que o FC Vizela teve de encontrar o antídoto para uma postura muito defensiva dos transmontanos, cuja estratégia passava única e exclusivamente por retardar o golo ao máximo e enervar os jogadores vizelenses.

A primeira parte não foi, por isso, muito agradável de seguir. Em particular a meia hora inicial, não obstante, o FC Vizela ter tido uma boa chance para marcar aos 16’, por intermédio de Zag.

Linhas muito juntas no bloqueio às tentativas dos azuis e várias paragens para assistência de alguns jogadores do Mirandela acabaram por reduzir bastante o tempo útil de jogo.

Consequência disso, juntando-lhe a gradual degradação de partes do terreno (fustigado pelas fortes chuvas dos últimos dias), as hipóteses de golo foram quase inexistentes.

Álvaro Pacheco retificou então alguns posicionamentos ainda na primeira parte e o FC Vizela tornou-se definitivamente dominador e muito mais perigoso no ataque.

Aos 41’, Tiago Coelho deu o corpo às balas e evitou o golo a Mendes. À entrada para o tempo extra da etapa inicial, Diogo Ribeiro e Mendes procuraram o segundo poste para dar a melhor sequência a um excelente cruzamento de Kiko Bondoso.

Este seria um esboço para novo desenho ofensivo no corredor direito, desta feita, com o corolário tão desejado e plenamente justificado. Kiko Bondoso outra vez em destaque a cruzar, Zag a deixar passar a bola e André Soares a rematar para o primeiro da tarde antes do descanso. Um golo alcançado num timing perfeito, que deu para encarar o recomeço com outra confiança.

Pois bem, o FC Vizela regressou dos balneários e puxou dos “galões”, à boleia de mais uma exibição entusiasmante de Kiko Bondoso, o homem que esteve nos três golos do desafio.

A reentrada não podia ser melhor. Desde logo, os vizelenses apostaram no ataque e Tiago Coelho não teve alternativa senão cometer grande penalidade sobre Kiko Bondoso. André Soares, chamado à conversão do castigo máximo, bisou com toda a calma do mundo.

O Mirandela, que até então abdicara do ataque, agora a perder por 2-0, criou a sua primeira oportunidade efetiva de perigo aos 50’. Danilo Dias pareceu arrancar em posição irregular, mas Cajó revelou atenção e defendeu o esférico.

Na resposta, foi o guardião transmontano Pedro Fernandes a defender de forma incompleta uma “bomba” de Kiko Bondoso. Que grande oportunidade para o extremo da nossa equipa!

O encontro estava definitivamente mais vistoso e ao gosto dos espectadores presentes. A turma forasteira voltou a criar perigo por Danilo Dias, jogador que já pisou os palcos da 1.ª Liga.

No entanto, aos 66’, o FC Vizela sentenciou de vez com qualquer esperança mirandelense. O suspeito do costume, Kiko Bondoso, recebeu um bom passe de Aidara e cruzou teleguiado para a cabeça de Diogo Ribeiro, que, assim, “picou o ponto” e fez o 3-0.

Este momento traduziu-se numa natural quebra anímica do adversário, que não teve mãos a medir para evitar números mais expressivos.

Kiko Bondoso e Diogo Ribeiro entendiam-se às mil maravilhas e o goleador da equipa vizelense só não fez o quarto por intervenção decisiva de Tiago Coelho.

Mais tarde, aos 75’, Zag ficou muito perto de marcar no seguimento de uma bonita combinação entre Koffi e Kiko Bondoso.

O mesmo Kiko Bondoso imaginou e executou nova jogada para Zag desferir o remate e obrigar Pedro Fernandes a defesa de recurso (87’).

Já em tempo de compensação, foi Samu a armar o remate com o guardião mirandelense a evitar uma vez mais o quarto golo ao FC Vizela.

A fechar, uma referência ao forte apoio dos nossos adeptos, sobretudo da claque Força Azul. Os seus cânticos subiram de tom numa altura em que a equipa sentia dificuldades para ultrapassar a muralha de Mirandela. Foi um tónico muito importante para o resto do desafio e para a vitória.

O FC Vizela termina 2019 em grande estilo e na liderança, que conserva há várias jornadas, sabendo também que irá passar o ano com cinco pontos de vantagem sobre Sporting de Braga ‘B’ e AD Fafe na tabela classificativa.

O Campeonato de Portugal regressa a 05 de Janeiro com o FC Vizela a deslocar-se a um terreno tradicionalmente difícil para qualquer adversário: o do Merelinense.

 

Ficha Técnica

Resultado: FC Vizela 3-0 Mirandela

Local: Estádio do FC Vizela (Vizela)

Árbitro: Xavier Gomes (AF Aveiro)

Assistentes: Humberto Pereira e Daniel Santos

FC Vizela: Cajó; Koffi, João Faria, Aidara e Kaká; Ericson (Samu, 69’), Zag e André Soares (Landinho, 61’); Mendes, Diogo Ribeiro (Fall, 81’) e Kiko Bondoso.

Suplentes não utilizados: Rafa, André Soares, Aidara e João Pedro.

Treinador: Álvaro Pacheco

Mirandela: Pedro Fernandes; Diamantino (Bosingwa, 26’), Luan Oliveira, Nuno Corunha (C) e Califo; Tiago Coelho, Fabrício e Huguinho (Amorim, 73’); Elias, Celso Hadami (César, 55’) e Danilo Dias.

Suplentes não utilizados: Rúben Barros, Manecas, Felipe Borges e Celso Sidnei.

Treinador: Armando Santos

Golos: André Soares (45’+3’ e 47’, g. p.) e Diogo Ribeiro (66’).

Cartões Amarelos: Diamantino (18’) e Danilo Dias (82’).