Sub-19 superam Feirense com reviravolta

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Os comandados de Vasco Gonçalves venceram o Feirense, por duas bolas a uma, num encontro disputado no passado sábado, dia 17 de Agosto, no complexo desportivo vizelense.

Depois de um dissabor na partida de estreia no campeonato, a nossa equipa voltou a deixar tudo em campo e superou um rival abnegado, que entrou forte no terreno de jogo.

Nos momentos iniciais, o FC Vizela teve, pois, de tomar algumas cautelas e demonstrar solidez defensiva para travar algumas boas investidas por parte da turma forasteira.

No entanto, gradualmente, os azuis da cidade termal foram-se soltando e acabaram por criar as melhores situações de golo no desafio.

Primeiro, aos 9’, por intermédio de Braima, que respondeu ao cruzamento de Nuno Almeida com uma excelente cabeçada. No entanto, o guardião fogaceiro Rúben Loureiro respondeu com uma intervenção ainda melhor.

Já aos 35’, foi Nuno Almeida quem se desmarcou e recebeu a bola dentro da área para depois atirar com força, mas por cima.

O Feirense também dispôs de dois remates intencionais, ambos protagonizados por Rodrigo Ferreira, mas o descanso não chegaria sem antes os vizelenses ameaçarem o golo através de Diogo Silva. Valeu ao Feirense a defesa instintiva de Rúben Loureiro.

O intervalo chegou com um nulo no resultado. Todavia, logo nos primeiros minutos do recomeço, as duas equipas conseguiram encontrar finalmente o caminho certo para o golo.

Aos 48’, Rodrigo Ferreira finalizou com um remate colocado uma jogada construída pela asa direita do ataque e colocou o Feirense em vantagem. Três minutos volvidos, João Ricardo foi lançado em profundidade e assistiu Braima para outra finalização de classe (1-1).

Era a resposta perfeita dos vizelenses a um golo que poderia ter influenciado negativamente a estratégia de uma equipa que vinha em crescendo desde o início da partida.

Assim não aconteceu e, pelo contrário, seguiram-se os melhores momentos da turma da casa. O golo da reviravolta esteve para acontecer aos 63’, quando André Alves permitiu a defesa na conversão de um penálti cometido sobre João Ricardo. Mais tarde, Rúben Loureiro brilhou de novo na sua área ao negar o golo da reviravolta a João Ricardo.

A festa acabou por acontecer mesmo aos 71’. O árbitro voltou a apitar um castigo máximo na área dos forasteiros por mão na bola e André Alves, numa grande demonstração de caráter, assumiu nova conversão e, desta vez, enviou o esférico para o fundo das redes.

Um golo que viria a significar a vitória à nossa equipa, já que, nos minutos finais, com organização e sacrifício, esta soube manter os rivais longe da sua área.

Com este bom resultado, o FC Vizela posiciona-se agora a meio da tabela da Zona Norte do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão em Sub-19, que é liderada pelo Rio Ave.

No próximo fim-de-semana, a turma de Vasco Gonçalves terá descanso, fruto do adiamento da visita ao terreno do Nacional da Madeira para Outubro. Assim, o regresso aos relvados vai dar-se na receção ao Sporting de Braga, agendada para o dia 31 de Agosto, às 17:00 horas.

 

Ficha Técnica

Resultado: FC Vizela 2-1 Feirense

Local: Campo de Treinos do Estádio do FC Vizela (Vizela)

Árbitro: João Pereira (AF Porto)

Assistentes: Roberto Santos e André Ferreira

FC Vizela: Rodrigo Soares; Pedro Mendes, André Alves, Diogo Silva e Dani (Pedras, 90’+5’); Diogo Barros, Florentino e Nuno Almeida (Renato, 60’); João Ricardo (C) (Diogo Ribeiro, 80’), Rodrigo Araújo (Rui Pedro, 54’) e Braima (Zé Luís, 87’).

Suplentes não utilizados: Simão e Kiko.

Treinador: Vasco Gonçalves

Feirense: Rúben Loureiro (C); Diogo Rodrigues, Mário Lima, Tomás Valente e José Boas; Rodrigo Neves, Rodrigo Ferreira (Filipe Avo, 84’) e Vasco Gomes; Fernando Príncipe (André Silva, 79’), Ricardo Ferreira e João Moreira (Diogo Santos, 63’).

Suplentes não utilizados: André Ferreira, Ricardo Mota, Rui Pinho e Diogo Barbosa.

Treinador: Gonçalo Silva

Golos: Rodrigo Ferreira (48’), Braima (51’) e André Alves (71’, g. p.).

Cartões Amarelos: Diogo Barros (38’), Nuno Almeida (47’), João Moreira (50’), Braima (66’), José Boas (68’), Tomás Valente (70’), Diogo Santos (74’) e Renato (89’).