FC Vizela vence AD Oliveirense e segura liderança

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A equipa comandada por Rui Amorim regressou às vitórias, depois do empate a zero em Ponte de Lima, e continua a comandar a Série A do Campeonato de Portugal.

Na receção à AD Oliveirense, que, recentemente, recebeu vários atletas novos e a terceira equipa técnica da temporada, o FC Vizela foi mais equipa e construiu um triunfo tranquilo.

Numa partida nem sempre bem jogada, o golo madrugador de Leandro Souza, logo aos 2’, ajudou a ditar o rumo dos acontecimentos. E que grande golo, diga-se!

O atacante brasileiro, que somou o seu quinto golo nos últimos cinco jogos, finalizou com um belo remate de pé esquerdo ao ângulo, a passe de Zé Valente.

Ainda com o adversário a tentar refazer-se do golo sofrido, o FC Vizela ficou perto de aumentar a diferença, aos 9’. Ricardo Bouças tirou autenticamente o “pão da boca” a Igor Rocha e Panin, na sequência de um cruzamento de Rafael Viegas.

De resto, Panin, aposta de início, depois de uma boa entrada em Ponte de Lima, protagonizou uma boa jogada ao fugir em velocidade pela esquerda, lançado por Leandro Borges. Já dentro da área, o ganês tentou atirar fora do alcance de Rui Sacramente, mas o esférico saiu ao lado.

Contudo, pouco depois, aos 21’, João Faria teve de abandonar as quatro linhas devido a lesão e Rui Amorim teve de reajustar a sua defensiva, deslocando Igor Rocha para o eixo e recuando o extremo Leandro Borges para defesa-lateral, pois a onda de lesões, que tem vindo a afetar o plantel, tem limitado bastante as opções ao técnico.

Ainda assim, a equipa não esmoreceu do ponto de vista atacante e o FC Vizela esteve mais perto de elevar a contagem do que propriamente sofrer o empate.

Leandro Souza dispôs de duas boas oportunidades para poder bisar na partida, a primeira a excelente cruzamento de Leandro Borges (23’), a segunda, já na compensação da etapa inicial, servido por Rafael Viegas.

Pelo meio, a AD Oliveirense apenas registou duas aproximações à baliza de Cajó, a primeira num cabeceamento de Patrick por cima, após canto, e a segunda num remate do meio da rua por Dinis Lopes, com o esférico a sair perto do poste direito.

No reatamento, Rui Sacramento colocou-se em apuros, pois Leandro Souza acreditou, intercetou o esférico e, por muito pouco, não deu em golo (50’).

Do outro lado, a AD Oliveirense também respondeu com algum perigo, num remate de Mohamed Touré para defesa atenta de Cajó, aos 57’.

O jogo estava mais movimentado neste período e o FC Vizela revelou a eficácia necessária para se colocar numa posição mais confortável em termos de resultado.

Tudo começou numa jogada em que Leandro Souza rompeu pela esquerda e viu Rui Sacramento negar-lhe as intenções de golo. Do segundo pontapé de canto resultante, André Soares cabeceou para o fundo das redes, assinando o seu terceiro tento na temporada.

Entretanto, Rui Amorim refrescou o ataque com a entrada de Fall e o senegalês tratou logo de mostrar serviço ao conquistar uma grande penalidade, ele que foi derrubado à margem das leis por Ricardo Bouças, quando se preparava para alvejar as redes dos forasteiros.

A transformação do castigo máximo coube, como é habitual, ao capitão Zé Valente, que, desta forma, fez o 3-0 e também o seu 11.º golo esta época.

Volvidos apenas dois minutos, a AD Oliveirense reduziu por intermédio de Drogba Camará, que teve espaço para concretizar de cabeça um cruzamento de Maurício.

De qualquer forma, esta redução da diferença não colocou em perigo aquele que viria a ser o 15.º triunfo vizelense no campeonato, pois o FC Vizela continuou a ser ligeiramente melhor que o adversário e ainda dispôs algumas hipóteses para poder chegar ao quarto golo.

Aos 74’, Fall ganhou a dianteira à defensiva contrária e rematou para defesa apertada; aos 88’, foi outra vez Fall a tentar concluir com nota artística (de calcanhar) o bom cruzamento de João Pedro; e, aos 90’, Leandro Souza cabeceou para fora a cruzamento de Zé Valente.

O encontro praticamente terminou com um livre frontal favorável à AD Oliveirense, com Dinis Lopes a atirar ligeiramente por cima do travessão.

Triunfo importante para o FC Vizela, que permitiu manter a liderança, numa jornada em que tudo ficou igual, portanto, na frente da Série A, com os três principais candidatos à subida bem próximos uns dos outros e a protagonizar luta renhida pelos pontos.

Segue-se uma curta deslocação às Caldas das Taipas. O encontro está agendado para as 15:00 horas do próximo domingo, dia 24 de Fevereiro, e o FC Vizela parte em busca de novo triunfo.

 

FICHA DE JOGO

FC Vizela 3-1 AD Oliveirense

Árbitro: José Laranjeira (AF Aveiro)

Assistentes: Paulo Santos e Duarte Santos

FC Vizela: Cajó; Rafael Viegas (João Pedro, 82’), João Faria (André Soares, 21’), Aidara e Igor Rocha; Maks, Tarcísio, Zé Valente (C) e Leandro Borges; Panin (Fall, 64’) e Leandro Souza.

Suplentes não utilizados: Rafa, Koffi, Correia, João Oliveira.

Treinador: Rui Amorim

AD Oliveirense: Rui Sacramento; Diogo Lucas, Patrick (Nuno Afonso, 35’), Ricardo Bouças e Maurício; Eridson, Sandro Fonseca e Dinis Lopes; Marlon (Gílson, 45’), Drogba Camará e Mohamed Touré (C).

Suplentes não utilizados: Gabriel Souza, Ricardo, João Pedro, Ruizinho e Rúben Ferreira.

Treinador: Fernando Gomes

Golos: Leandro Souza (2’), André Soares (61’), Zé Valente (68’, g. p.) e Drogba Camará (70’).

Cartões Amarelos: Rafael Viegas (13’), Patrick (15’), Ricardo Bouças (67’), Nuno Afonso (79’) e Maks (80’).