Um apuramento feito com história

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O apuramento do FC Vizela para o Play-Off de Promoção à 2.ª Liga, consumado matematicamente no passado sábado, com um triunfo sobre o Montalegre, teve como base um notável desempenho anterior a essa partida.

O grupo de trabalho liderado por Carlos Cunha pretende continuar a vencer para atingir a grande meta definida para esta época numa prova exigente como é o Campeonato de Portugal.

Analisando, portanto, a performance do FC Vizela nas últimas 30 temporadas, concretamente os primeiros 27 jogos de campeonato, as conclusões tiradas são deveras interessantes.

Em 2017/18, o emblema da Rainha das Termas fixou um novo recorde de jogos sem derrotas (24) e de vitórias consecutivas (11), suplantando os registos anteriores em larga margem.

Mas não ficamos por aqui nesta contribuição para a história do clube. Mais vitórias (19), mais pontos (64) e menos golos sofridos (11), sendo que, atualmente, o FC Vizela é a 2.ª melhor defesa das provas nacionais.

De resto, outros registos bem simpáticos ajudam a demonstrar o bom trabalho desenvolvido até ao momento pelo FC Vizela, tais como a segunda melhor diferença entre golos marcados e sofridos (34) e o 4.º plantel mais concretizador destas últimas três décadas (45).