Reação final dos Juniores quase deu em reviravolta

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

É certo que este início de temporada não está a ser condizente com os objetivos dos Sub-19 do FC Vizela que, recorde-se, ambicionam a subida de divisão.

Contudo, deparar-se numa situação muito difícil num jogo, reverter uma desvantagem significativa e ir quase a tempo de resgatar os 3 pontos na ponta final, é indicativo de que a formação de Vasco Gonçalves tem caráter e argumentos para viver melhores dias.

Pela frente esteve um dos crónicos candidatos à Fase de Promoção, o Fafe, que entrou na partida bem à sua imagem, com uma postura muito aguerrida e de olhos postos na baliza contrária.

Durante a etapa inicial, o FC Vizela sentiu dificuldades ao nível da sua construção de jogo, com o meio-campo a não garantir as melhores soluções aos seus jogadores mais adiantados.

Apenas dois remates intencionais de Kingsley, aos 9’ e aos 25’, contra três soberanas ocasiões para o Fafe (10’, 14’ e 19’), sendo que, na segunda delas, Hugo Silva cintilou ao mais alto nível, subscreviam uma tendência de jogo mais favorável aos da casa.

Essa tendência conheceu contornos bem mais desagradáveis para o FC Vizela no segundo tempo, já que o Fafe aproveitou algum espaço e colocação para abrir o marcador, aos 58’.

Por esta altura, Vasco Gonçalves respondia com um claro reforço em termos ofensivos, pois Luís Oliveira e Godfrey avançaram para o terreno, juntando-se a Kingsley, Mota e Gonçalo.

Os vizelenses pareciam acusar o golo sofrido e o cenário piorou aos 68’, quando, num lance de insistência, um jogador fafense rematou seco à entrada da área para o 2-0.

No entanto, três minutos depois, Marcelo devolveu a esperança numa cobrança exemplar de um livre direto, relançando (e de que maneira…) o desafio.

Aliás, foi sob a batuta de Marcelo que o cariz do jogo começou a mudar rapidamente e o Fafe, que parecia ter o triunfo na mão, via-se, entretanto, reduzido a 10 unidades a partir do minuto 81.

Aos 85’, Kingsley acreditou até ao fim e empatou a partida, numa jogada que contou também com a participação de João Pinheiro e Luís Oliveira.

A pressão exercida pelo FC Vizela nos instantes finais encolheu definitivamente o Fafe e, em cima dos 90’, a reviravolta só não aconteceu porque o cabeceamento de Godfrey, após cruzamento bem medido de João Pinheiro, não saiu com as medidas exatas.

Em tempo de compensação, Luís Oliveira, de regresso ao FC Vizela após curta experiência no Boavista, apareceu a rematar bem naquela que seria a derradeira tentativa para chegar ao 3-2.

Com 2 pontos somados em 3 jogos, o FC Vizela promete lutar por melhor resultado já no próximo sábado, dia 23 de Setembro, diante do Varzim. A partida está marcada para as 15:00 horas, ao que tudo indica, já no novo sintético do complexo desportivo dos vizelenses.

 

FICHA DE JOGO

Local: Campo nº 2 do Parque Municipal dos Desportos (Fafe)

Árbitro: Henrique Silva (AF Braga)

FC VIZELA: Hugo Silva; João Pinheiro, David Martins, Sereno e Esquerdo; Dani (C) (Godfrey, 60’), Marcelo e Miguel (Luís Oliveira, 46’); Mota, Kingsley e Gonçalo (Alex Jojo, 69’).

Suplentes não utilizados: Manuel, Edu, Pedro Lopes e Guerra.

Treinador: Vasco Gonçalves

Golos: Marcelo (71’) e Kingsley (85’).

Cartão Amarelo: Esquerdo (31’).

 

RESULTADOS DA JORNADA 3

Vianense 2-2 Taipas

Fafe 2-2 FC Vizela

Varzim 0-4 Merelinense

Famalicão 0-0 Mondinense

Freamunde 6-0 Macedo de Cavaleiros

 

QUADRO DA JORNADA 4

Taipas x Fafe

FC Vizela x Varzim

Merelinense x Famalicão

Mondinense x Freamunde

Macedo de Cavaleiros x Vianense

 

CLASSIFICAÇÃO

1º Famalicão (7 pontos)

2º Taipas (7 pontos)

3º Fafe (5 pontos)

4º Freamunde (4 pontos)

5º Merelinense (4 pontos)

6º Mondinense (4 pontos)

7º Vianense (3 pontos)

8º Varzim (3 pontos)

9º FC Vizela (2 pontos)

10º Macedo de Cavaleiros (0 pontos)